Você está atendendo bem seus consumidores pelo WhatsApp?

Em meio a todo o caos que estamos vivendo, cada vez mais empresas e consumidores aderem a compras pelo Whatsapp, sejam elas iniciadas pelo Facebook ou divulgadas para a lista de contato das empresas. E isso é ótimo. Agora a pergunta. Como você está vendendo nesse canal?

Como a venda não é presencial, você deve tirar todas as dúvidas do seu cliente. Ex: O cliente quer comprar uma caixa, numa loja de embalagens. Ao invés de oferecer as caixas que tem à disposição, o ideal é perguntar ao cliente qual a finalidade que a caixa vai ter, explicando que assim você consegue mostrar a melhor caixa para aquela situação.

Seguem algumas dicas para facilitar essa venda:

– Sempre perguntar para o cliente o que ele vai fazer com o produto, para que você possa fazer uma venda com mais qualidade e técnica;

– Ao invés de apenas responder as perguntas, faça perguntas que te ajudem a entender a real necessidade desse cliente. As vezes ele quer comprar um pão, mas uma torrada por ser melhor pra ele naquele momento;

– Tire fotos de todos os produtos que você tem na sua loja. Isso irá facilitar na hora da negociação. Fotos vendem mais e melhor;

– Crie um espaço na sua loja física com os principais produtos pedidos. Use-o como uma vitrine para o Whatsapp, assim facilita que você mostre o produto para o cliente

– Se o cliente preferir, faça uma vídeochamada com ele, assim você pode, além de explicar os produtos, mostrar quais são os que estão disponíveis;

– NUNCA, em hipótese alguma em conversa de Whastapp com seu cliente, peça para ele finalizar a compra na sua loja virtual. Ele já está ali, comprando contigo, sendo atendido por uma pessoa. Se você fizer isso, tenha a certeza de que 90% dos seus esforços de venda foram em vão, pois ele não fará a compra;

– Uma semana depois que ele efetuar a compra, mande uma mensagem para ver se deu tudo certo e se ele precisa de mais alguma coisa;

– Caso seu cliente aceite, coloque-o na lista de transmissão, para que você possa enviar mensagens dos seus produtos. Claro, levando em conta seu tipo de negócio. Se você é uma padaria, pode fazer listas diárias, mas se vende, por exemplo, produtos de beleza, faça isso no máximo uma vez por semana.

×